Clube Do Jeep
 

Lubrificação e manutenção da cruzetas Troller

Contaminação da graxa aliado ao uso off road e falta de manutenção preventiva correta pode levar a uma falha prematura da cruzeta, comprometendo o desempenho e a segurança do veículo. Seguindo as instruções de manutenção apresentados neste artigo, você vai garantir o máximo de vida útil de sua cruzeta.

Antes de iniciar o processo lubrificação da sua cruzeta tenha certeza que esta utilizando a graxa adequada, não é qualquer graxa que pode ser utilizada.

Marcas recomendadas são (Graxa Tipo NLGI 2):

Texaco – Multifak EP2

Shell – Retinax LX

Ou consulte nossa pagina sobre lubrificação

Vale identificar também o intervalo correto de manutenção dependo do tipo de utilização do veículo:

Uso urbano: 8.000 km -10.000 km ou 1 mês – O que ocorrer primeiro.

Uso rodoviário: 15.000 km – 18.000 km ou 3 meses – O que ocorrer primeiro.

Uso severo: A cada 15 dias – utilização fora de estrada – canavieiro – madeireiro.

Para uma lubrificação correta, toda a graxa velha deve ser purgada (expulsa). Isso é necessário para eliminar qualquer resíduo e evitar a contaminação da nova graxa. Com uma engraxadora, aplique a graxa até purgar todo o lubrificante antigo das quatro vedações de cada cruzeta.

Quando a graxa limpa começar a sair nos retentores das capas da cruzeta, a lubrificação da cruzeta estará finalizada. Se uma das vedações não purgar, o que pode acontecer devido à capacidade de vedação dos retentores das capas da cruzeta, você deve girar o eixo cardan de um lado a outro com as mãos e, em seguida, aplicar pressão na pistola de lubrificação.

Lubrificando as ponteiras deslizantes: Aplique graxa através da graxeira existente no corpo da luva até o lubrificante aparecer no furo de respiro na tampa da luva. Assim que a graxa nova aparecer, tampe o furo com o dedo e continue a aplicação até a graxa aparecer no vedador da luva.

A figura ao lado mostra detalhes internos da cruzeta, os canais de lubrificação.

1. Capa dos Rolamentos

2. Bico para lubrificação

3. Canais de Lubrificação

4. Corpo da Cruzeta

5. Compartimento de graxa

6. Rolamentos

Eixos Cardans e cruzetas Spicers

A falta da manutenção correta das cruzeta pode gerar quebra do componente, superaquecimento, travamento, desgaste excessivo, ruído além de prejudicar o funcionamento dos cardans e demais componentes.

Especificação da Cruzeta Troller

Ano até 2003

Cardan Dianteiro e Traseiro mod. NUJ153 (Nakata) / 5-153XS (Spicer)

Ano 2004 em diante.

Cardan Dianteiro NJU153 (Nakata) / 5-153XS (Spicer)

Cardan Traseiro NUJ273 (Nakata) / 5-273XS (Spicer)